pc gaming

CLT completa 80 anos com um quarto dos brasileiros de carteira assinada

Consolidação das Leis do Trabalho mudou relações entre empregados e empregadores

CLT completa 80 anos com um quarto dos brasileiros de carteira assinada

Em 1º de Maio de 1943, há exatos 80 anos, o presidente Getúlio Vargas assinou, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro, a Consolidação das Leis do Trabalho, englobando, em um único texto, diversas leis esparsas até então em vigor. Isso representou um marco nos direitos trabalhistas e na Justiça do Trabalho e mudou as relações entre empregados e empregadores, criando regras para as ambas as partes que até hoje são seguidas e respeitadas. Segundo o último levantamento do Caged (Cadastro Geral dos Empregados e Desempregados), o número de brasileiros com carteira assinada em março contabiliza 42.970.598 profissionais de todos os setores.

+ Leia as últimas notícias no portal pc gaming

Oito décadas se passaram e, desde então, a CLT já sofreu algumas alterações para acompanhar a evolução do tempo, do mercado de trabalho e da economia. A mais representativa delas é a Lei 13.467/2017, que institui trabalho home office, férias parceladas, ampliação dos modelos de contratos trabalhistas, desobrigação de contribuição sindical, jornadas escalonadas, entre outras coisas. Mas as empresas não se limitaram a seguir apenas essas mudanças e muitas delas passaram a ter um olhar diferenciado em relação à importância do papel do funcionário.

"Antes do modelo de trabalho celetista brasileiro nós tínhamos a modalidade de contratação civil e trabalho escravo. O trabalho escravo aqui no Brasil teve um regime jurídico. É importante a gente lembrar disso, ainda mais diante de situações modernas que envolvem trabalho análogo à escravidão", lembra o advogado e professor de direito do trabalho do Mackenzie Ivandick Rodrigues.

Segundo o professor, a CLT surgiu exatamente para preencher um vácuo legislativo que a Lei Áurea deixou. "Pessoas que prestavam seu trabalho por meio de mão-de-obra escrava e, depois, tiveram sua alforria garantida, mas o direito do trabalho não era garantido", explica.

O economista Ricardo Balistiero, coordenador do curso de administração do Instituto Mauá de Tecnologia, observa que a CLT traz um ganho civilizatório, que é proporcionar aos trabalhadores que eles tenham alguns direitos garantidos por lei. "O direito a férias remuneradas, pagamento do décimo terceiro salário, descanso semanal remunerado, a possibilidade de ter assistência, caso esteja inabilitado para o trabalho, previdência, que é outro aspecto importante, pagamento de horas extras, dão a esse trabalhador a tranquilidade para executar suas atividades", sintetiza.

Balistiero alerta que empresas que não têm um pacote de benefícios incluídos na CLT, como convênio médico, auxílio-alimentação, auxílio-transporte, entre outros, correm o risco de perder seus funcionários para outras firmas que ofereçam um rol melhor ou maior remuneração, principalmente entre os trabalhadores com salário mínimo.

"A rotatividade de colaboradores custa muito caro para a empresa porque, além de perder mão-de-obra treinada, tem os custos do desligamento, como multa sobre o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) ao trabalhador demitido sem justa causa, além de outros benefícios", comenta.

Brunna Hansen, líder na área de People Experience do Grupo JBQ Global, afirma que é produtivo para ambas as partes mudar a cultura de trabalho e incentivar que pessoas fiquem mais tempo com as famílias, consigam estudar, ir para a academia e fazer outras atividades sem a necessidade da correria.  A empresa reduziu a jornada de trabalho de 44 horas para 40 horas semanais, instituiu a atividade híbrida, com a obrigação de os colaboradores exercerem apenas um dia na semana o trabalho presencial e também aboliu a marcação de ponto.

É por essas e outras razões que os especialistas preveem vida longa para a CLT. "Espero que ela possa ser modernizada nos próximos anos, mas que continue sendo a balizadora dos contratos de trabalho do nosso país", afirma Ricardo Balistiero, do Instituto Mauá.

"Cada vez mais gente precisa de uma legislação trabalhista, ainda mais considerando as modernidades que estão vindo aí, como inteligência artificial, nanotecnologia, biotecnologia, que são novas tecnologias que acabam impactando na vida dos trabalhadores e isso precisa ter um equilíbrio do ponto de vista legislativo", observa Ivandick Rodrigues, do Mackenzie.

Leia também:

Publicidade

Assuntos relacionados

sbtnews
portalnews
brasil
clt
80 anos
trabalho
economia
leis trabalhistas
consolidação das leis do trabalho

Últimas notícias

Vencedor do Nobel da Paz, Muhammad Yunus é condenado à prisão em caso de lei trabalhista

Vencedor do Nobel da Paz, Muhammad Yunus é condenado à prisão em caso de lei trabalhista

Defesa diz que decisão tem motivação política; Yunus e outras três pessoas podem recorrer da condenação
SP: corpo de influenciador é encontrado enterrado no quintal da casa de vizinhos

SP: corpo de influenciador é encontrado enterrado no quintal da casa de vizinhos

Henrique Medeiros estava desaparecido desde o Natal. Caso foi registrado em Itapecerica da Serra
Rio tem disputa acirrada pelo título de primeiro bebê de 2024

Rio tem disputa acirrada pelo título de primeiro bebê de 2024

Pequenos nasceram com apenas dois minutos de diferença. Menina Elysa veio ao mundo pontualmente à 0h
Novo plano de vacinação contra Covid-19 começa a valer no Brasil

Novo plano de vacinação contra Covid-19 começa a valer no Brasil

Imunização de crianças de seis meses a menores de cinco anos é incluída no calendário a partir desta segunda-feira (1º.jan)
Zoológico faz mudanças após onça escalar parede e ficar perto de grade

Zoológico faz mudanças após onça escalar parede e ficar perto de grade

Foram instaladas barreiras e cerca elétrica de baixa voltagem para desencorajar bichos curiosos. Caso ocorreu em Brasília
Sistema de reconhecimento facial em Copacabana identifica procurado pela Justiça

Sistema de reconhecimento facial em Copacabana identifica procurado pela Justiça

Homem tinha mandado de prisão por tentativa de homicídio e foi preso antes da virada. Em SP, homem foi detido com 14 celulares furtados
Impostos sobre diesel, biodiesel e gás de cozinha têm alta a partir de 1º de janeiro

Impostos sobre diesel, biodiesel e gás de cozinha têm alta a partir de 1º de janeiro

No caso do diesel, o governo federal retoma a cobrança integral do PIS/Cofins, que estava zerado desde 2021
SP: homem é baleado após atacar viatura da PM com faca

SP: homem é baleado após atacar viatura da PM com faca

Caso foi registrado no centro da capital paulista. Polícia fez abordagem após suspeito tentar se aproximar de duas mulheres
Japão emite alerta de tsunami após terremoto de magnitude 7,6

Japão emite alerta de tsunami após terremoto de magnitude 7,6

Tremor atingiu península de Noto, região costeira no oeste do país; ondas podem chegar a 3 metros de altura
Fim da reeleição para presidente e regulamentação da reforma tributária devem ser prioridades no Congresso em 2024

Fim da reeleição para presidente e regulamentação da reforma tributária devem ser prioridades no Congresso em 2024

Regulação da inteligência artificial e criminalização da posse de drogas também devem ser priorizados nas discussões e votações
pc gaming Mapa do sitepc gaming Mapa do site