jogos corinthians

Publicidade

Exército: Eventuais punições a investigados por plano de golpe serão tomadas conforme decisões judiciais

Até aqui, três militares foram presos pela PF na Operação Tempus Veritates, que investiga tentativa de golpe de Estado

Exército: Eventuais punições a investigados por plano de golpe serão tomadas conforme decisões judiciais
Publicidade

OExército Brasileiro informou, em nota enviada ao jogos corinthians nesta segunda-feira (12), que eventuais punições disciplinares e outras providências internas em relação aos militares investigadospelaPolícia Federal (PF) por suposto envolvimento em um plano de golpe contra o governo eleito em 2022 serão tomadas em conformidade com as decisões da Justiça sobre o tema.

+ Acuado pela PF, Bolsonaro busca militância para demonstrar força política

Na semana passada, dois militares foram presos pela PF na Operação Tempus Veritates, deflagrada pela corporação para investigar organização criminosa que tentou dar golpe de Estado no Brasil, abolir o Estado Democrático de Direito e manter Jair Bolsonaro (PL) no poder. São eles Rafael Martins, major das Forças Especiais do Exército; e Marcelo Câmara, coronel da Força. Militares de alta patente também foram alvos de busca e apreensão na operação, incluindo os ex-ministros e generais Augusto Heleno e Walter Braga Netto.

No domingo, outro mandado de prisão expedido contra um militar na apuração do plano de golpe foi cumprido: o coronel do Exército Bernardo Romão Corrêa Neto foi detido após chegar no Brasil vindo dos Estados Unidos.

Na nota enviada à reportagem nesta segunda, o Exército ressalta que as investigações sobre o plano estão a cargo de inquérito determinado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e conduzido pela PF.

"O Exército, enquanto Instituição que prima pela legalidade e pela harmonia entre os demais entes da República vem colaborando com as autoridades policiais nas investigações conduzidas. As providências, quando necessárias, serão tomadas em conformidade com as decisões jurídicas acerca do assunto".

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo, já ordenou o afastamento de sete militares da ativa de suas funções do Exército, no âmbito do inquérito.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Brasil
Justiça
Exército
Polícia Federal
golpe
Investigação
Prisão

Últimas notícias

Mega-Sena acumula e chega a R$ 110 milhões; veja os números sorteados

Mega-Sena acumula e chega a R$ 110 milhões; veja os números sorteados

A quina teve 77 apostas ganhadoras, que vão receber mais de R$ 65 mil cada
Cresce o número de mortes causadas pela polícia militar em SP

Cresce o número de mortes causadas pela polícia militar em SP

Número de vítimas desde o final de janeiro chega a 102
Boulos ataca Nunes e aposta em eleição nacionalizada em SP

Boulos ataca Nunes e aposta em eleição nacionalizada em SP

Ao lado de Marta Suplicy, Boulos iniciou pré-campanha em Parelheiros, extremo sul de SP
Ivete Sangalo é internada com pneumonia

Ivete Sangalo é internada com pneumonia

Cantora afirmou que está bem e tranquilizou os fãs nas redes sociais
Adélio Bispo vai deixar prisão para receber tratamento ambulatorial em Minas Gerais

Adélio Bispo vai deixar prisão para receber tratamento ambulatorial em Minas Gerais

Autor da facada em Jair Bolsonaro foi absolvido em 2019 e é considerado inimputável por ter transtorno mental. Mesmo assim, Adélio permanece em presídio no Mato Grosso do Sul - o que vai mudar a partir de decisão da Justiça Federal
De olho em melhor relação no Congresso, Lira reúne deputados da base no Alvorada

De olho em melhor relação no Congresso, Lira reúne deputados da base no Alvorada

Presidente realiza jantar com 25 políticos; na lista estão nomes do Centrão, como União Brasil, PP e Republicanos
Navio com bois vivos exportados do Brasil é alvo de protestos na África do Sul

Navio com bois vivos exportados do Brasil é alvo de protestos na África do Sul

Caso ganhou repercussão mundial diante de denúncias de maus-tratos aos animais
Falsos policiais que extorquiam vítimas em abordagens são presos na Grande São Paulo

Falsos policiais que extorquiam vítimas em abordagens são presos na Grande São Paulo

Criminosos revistavam jovens em carros importados e, se encontrassem qualquer tipo de droga, ameaçavam prendê-los por tráfico
Lula diz que vai à Rússia em 2024 e reforça pedido para fim de guerra com Ucrânia

Lula diz que vai à Rússia em 2024 e reforça pedido para fim de guerra com Ucrânia

O presidente Lula recebeu nesta quinta-feira o chanceler russo, Sergey Lavrov, e reiterou o apelo pelo fim do conflito
“Bolsonaro não está morto politicamente”, avalia especialista

“Bolsonaro não está morto politicamente”, avalia especialista

Para o professor de Ciência Política André Rosa ato político do domingo abrirá caminho para o herdeiro do capital político do ex-presidente
Publicidade
Publicidade
jogos corinthians Mapa do site