123 slots online

Publicidade

Brasil vai às urnas na mais polarizada eleição desde a redemocratização

Lula e Bolsonaro são protagonistas de uma campanha marcada por ataques ao processo eleitoral

Brasil vai às urnas na mais polarizada eleição desde a redemocratização
Publicidade

É uma eleição superlativa, não apenas pelos números, mas principamente pela polarização entre Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL) e pelos ataques ao sistema eleitoral: 156 milhões de brasileiros estão aptos a votar neste domingo (2.out), um aumento de mais de 6% em relação ao registrado há quatro anos, com recorde de inscrição de jovens de 16 e 17 anos e de eleitores no exterior; 27.174 candidatos concorrem aos cargos de presidente, governador, senador e deputados federal e estadual -- em Brasília, distrital. Distribuídas pelo país, 2.637 zonas eleitorais, 496.856 seções e 577.125 urnas.

+ Leia as últimas notícias no portal 123 slots online

Para além dos números, a corrida do Planalto foi marcada até aqui por uma guerra iniciada pelo atual presidente contra a Justiça Eleitoral e contra as urnas eletrônicas. Lula e Bolsonaro são os favoritos em uma disputa que pode terminar hoje mesmo, em caso de maioria dos votos válidos por parte do petista. Os dois adversários chegam ao primeiro turno depois de campanha virulenta. Na corrida pela Presidência ainda há outros nove candidatos, que, em caso de segundo turno, serão procurados pelos primeiros colocados.

Perfil do eleitor

Entre os eleitores, a maior parte é mulher, mora no Sudeste do País e tem ensino médio completo. O estado de São Paulo é o maior colégio eleitoral do Brasil, com 22,16% de todos os eleitores (34.667.793). Na sequência aparecem os estados de Minas Gerais, com 10,41% dos eleitores (16.290.870), e o Rio de Janeiro, com 8,2% (12.827.300). A eleição deste domingo conta com recorde também em relação ao crescimento de jovens votantes. Nas eleições deste ano, 2,1 milhões com 16 e 17 anos poderão votar. Em 2018, eram 1,4 milhão nessa faixa etária. O eleitorado acima de 70 anos também cresceu. O salto foi de quase 24%: de 12 milhões em 2018 para 14,8 milhões em 2022.

Voto feminino

Cerca de 82 milhões (82.373.164) de eleitores estão aptos a votar. As mulheres representam 53% do total de brasileiros cadastrados. Os homens somam mais de 74 milhões (74.044.065), 47% do eleitorado nacional. Desde 2002, o número de mulheres registradas como eleitoras supera o de homens; elas são maioria em todas as faixas etárias, inclusive entre 16 e 17 anos, quando o voto é facultativo. Segundo o TSE, a maior parte das eleitoras brasileiras (5,33%) tem de 35 a 39 anos, seguida das mulheres com idade entre 40 e 44 anos (5,32%). A faixa etária de 25 a 29 anos soma 5,2%.

Eleitores no exterior

Neste ano 697 mil (697.078) brasileiros com domicílio eleitoral no exterior estão aptos a votar exclusivamente para os cargos de presidente e vice-presidente da República. De acordo com o TSE, o número é 39,21% maior que o da última eleição, em 2018, quando ultrapassou 500 mil. Lisboa é a cidade com maior quantidade de brasileiros habilitados a votar, com 45,2 mil eleitores. Em seguida aparecem Miami e Boston, ambas nos Estados Unidos, com 40,1 mil e 37,1 mil eleitores, respectivamente. 

O horário da votação no exterior deve estar em sincronia com o horário da votação no Brasil, que será unificado em todo país: das 8h às 17h, pelo horário de Brasília. 

Nome social

Também nesta eleição, 37.646 votantes terão o nome social no título de eleitor, segundo o TSE. A inclusão do nome pelo qual o eleitor prefere ser designado é um direito de transgêneros, transexuais e travestis desde 2018. Esta é a terceira eleição na qual a Justiça Eleitoral garante que pessoas transgênero, transexuais e travestis tenham o nome (como preferem ser chamados) impresso no título de eleitor e no caderno de votação.

Em 2022 são 29.701 pessoas a mais do que nas eleições gerais de 2018, quando 7.945 eleitoras e eleitores solicitaram à Justiça Eleitoral a inclusão do nome social no cadastro. O número deste ano equivale a um aumento de 373,83% em relação a quatro anos atrás, quando a medida foi autorizada pelo TSE.

Escolaridade

A maioria do eleitorado brasileiro tem ensino médio completo. São 41.161.552 eleitoras e eleitores, o equivalente a 26,31% das pessoas aptas a votar nas Eleições 2022. Já as pessoas com ensino médio incompleto equivalem a 16,65% do eleitorado (26.049.309). A análise da escolaridade dos votantes brasileiros aponta que 10,95% (17.127.128) declararam ter o ensino superior completo. Outros 5,38% (8.409.644) afirmaram que não terminaram a graduação.

Os eleitores com ensino fundamental incompleto somam 22,97% de todo o eleitorado (35.930.401), nos pleitos de 2014 e 2018, eles representavam a maior fatia do eleitorado. 

Já os votantes com ensino fundamental completo somam 6,25% do total (10.197.034), os eleitores que sabem ler e escrever equivalem a 7,16% do total (11.206.893), enquanto os analfabetos somam 4,05% (6.339.894).

Por Rafaela Vivas, Bruna Yamaguti e Leonardo Cavalcanti

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
eleições 2022
tse
eleições
eleitores
justiça eleitoral
brasil
voto

Últimas notícias

Operação Me Too investiga suspeitas de assédio e importunação sexual na PF em Brasília

Operação Me Too investiga suspeitas de assédio e importunação sexual na PF em Brasília

Um servidor foi afastado preventivamente após assediar funcionárias terceirizadas da corporação na capital federal
CACs de Goiás importavam milhares de munições dos EUA, mas declaravam carga como "mudança"

CACs de Goiás importavam milhares de munições dos EUA, mas declaravam carga como "mudança"

PF deflagra, com agência norte-americana, operação Golden Gate, mirando esquema de tráfico de munição
Governo aguarda Haddad para definir reoneração dos municípios após pressão do Congresso

Governo aguarda Haddad para definir reoneração dos municípios após pressão do Congresso

O líder do governo no Congresso, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), manteve negociações sobre a reoneração dos municípios em aberto
Vale a pena ter um carro elétrico no Brasil? Tire suas dúvidas

Vale a pena ter um carro elétrico no Brasil? Tire suas dúvidas

Venda de elétricos cresceu 167% em janeiro de 2024 na comparação com o mesmo mês do ano passado, segundo associação ligada ao setor
Vereador provoca suspensão de sessão após revelar que tomou cachaça em SC

Vereador provoca suspensão de sessão após revelar que tomou cachaça em SC

Situação foi transmitida ao vivo pelas redes sociais da Câmara de Vereadores de Santa Cecília. Em nota, Câmara disse que "repudia veemente comportamentos inadequados"
Senador pede mais celeridade na liberação de emendas: "Deu uma reduzida no atual governo"

Senador pede mais celeridade na liberação de emendas: "Deu uma reduzida no atual governo"

Nelsinho Trad (PSD-MS) argumenta que medida envolvendo verbas colabora "pra ter pacificação maior nessa relação" entre Congresso e Planalto
PMs são denunciados por retirarem câmera corporal e propina

PMs são denunciados por retirarem câmera corporal e propina

Policiais desligaram equipamento durante abordagem e, depois, foram flagrados contando dinheiro
"Qualquer matéria para privilegiar parlamentar não é bem vista", diz senador sobre PEC da Blindagem

"Qualquer matéria para privilegiar parlamentar não é bem vista", diz senador sobre PEC da Blindagem

Nelsinho Trad (PSD-MS) também pediu "civilidade democrática acima de qualquer situação que possa servir de escudo para o Congresso Nacional"
Cat Janice, autora de canção para garantir renda ao filho, morre aos 33 anos

Cat Janice, autora de canção para garantir renda ao filho, morre aos 33 anos

Cantora estava em câncer terminal no pulmão e pediu apoio nas redes sociais para garantir futuro de Loren
Sobe para 10 o número de mortes por dengue no estado do RJ

Sobe para 10 o número de mortes por dengue no estado do RJ

Vítima era do município de Resende, que registra o segundo óbito pela doença
Publicidade
Publicidade
123 slots online Mapa do site123 slots online Mapa do site