gaming headset

Publicidade

Lula viaja ao Egito nesta terça-feira para reforçar laços com o continente africano

Presidente ficará em Cairo por dois dias e depois seguirá para a Etiópia

Lula viaja ao Egito nesta terça-feira para reforçar laços com o continente africano
Publicidade

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) embarca, na tarde desta terça-feira (13), para Cairo, capital do Egito. A viagem é a primeira do líder no exterior este ano e a segunda para o continente africano no atual mandato. O objetivo, segundo o Planalto, é reforçar os laços com o país -- que se tornou membro do Brics em 2024, comapoio do Brasil.

Na capital egípcia, Lula terá compromissos oficiais nos dias 14 e 15 de fevereiro. A expectativa é que os países discutam detalhes sobre a aprovação de novos abatedouros e frigoríficos no Brasil para exportação de carne bovina, bem como a possibilidade de abertura de uma rota aérea entre as duas nações, ligando São Paulo ao Cairo.

A guerra entre Israel e o grupo extremista Hamas também deve ser pauta no encontro das autoridades. Isso porque, em 2023, o Egito auxiliou as negociações para a saída de brasileiros que estavam na Faixa de Gaza -- principal palco do conflito --, resultando no resgate de mais de 1,2 mil brasileiros e familiares próximos que estavam no local.

“O Egito é um ator importante na região. Esse diálogo se deu nos mais diversos níveis para conseguir a repatriação dos brasileiros. Essa circunstância tornou a relação ainda mais importante”, disse o secretário de África e Oriente Médio do Ministério das Relações Exteriores, Carlos Duarte.

+ Acuado pela PF, Bolsonaro busca militância para demonstrar força política

Depois do Egito, Lula segue para a Etiópia, também novo integrante do Brics, onde participará como convidado da 37ª Cúpula de Chefes de Estado e Governo da União Africana.

Com a participação de dezenas de chefes de Estado e governo na cúpula, o presidente tem convites para diversas reuniões bilaterais, que ainda serão definidas.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Governo
Lula
Egito
Política

Últimas notícias

Mega-Sena acumula e chega a R$ 110 milhões; veja os números sorteados

Mega-Sena acumula e chega a R$ 110 milhões; veja os números sorteados

A quina teve 77 apostas ganhadoras, que vão receber mais de R$ 65 mil cada
Cresce o número de mortes causadas pela polícia militar em SP

Cresce o número de mortes causadas pela polícia militar em SP

Número de vítimas desde o final de janeiro chega a 102
Boulos ataca Nunes e aposta em eleição nacionalizada em SP

Boulos ataca Nunes e aposta em eleição nacionalizada em SP

Ao lado de Marta Suplicy, Boulos iniciou pré-campanha em Parelheiros, extremo sul de SP
Ivete Sangalo é internada com pneumonia

Ivete Sangalo é internada com pneumonia

Cantora afirmou que está bem e tranquilizou os fãs nas redes sociais
Adélio Bispo vai deixar prisão para receber tratamento ambulatorial em Minas Gerais

Adélio Bispo vai deixar prisão para receber tratamento ambulatorial em Minas Gerais

Autor da facada em Jair Bolsonaro foi absolvido em 2019 e é considerado inimputável por ter transtorno mental. Mesmo assim, Adélio permanece em presídio no Mato Grosso do Sul - o que vai mudar a partir de decisão da Justiça Federal
De olho em melhor relação no Congresso, Lira reúne deputados da base no Alvorada

De olho em melhor relação no Congresso, Lira reúne deputados da base no Alvorada

Presidente realiza jantar com 25 políticos; na lista estão nomes do Centrão, como União Brasil, PP e Republicanos
Navio com bois vivos exportados do Brasil é alvo de protestos na África do Sul

Navio com bois vivos exportados do Brasil é alvo de protestos na África do Sul

Caso ganhou repercussão mundial diante de denúncias de maus-tratos aos animais
Falsos policiais que extorquiam vítimas em abordagens são presos na Grande São Paulo

Falsos policiais que extorquiam vítimas em abordagens são presos na Grande São Paulo

Criminosos revistavam jovens em carros importados e, se encontrassem qualquer tipo de droga, ameaçavam prendê-los por tráfico
Lula diz que vai à Rússia em 2024 e reforça pedido para fim de guerra com Ucrânia

Lula diz que vai à Rússia em 2024 e reforça pedido para fim de guerra com Ucrânia

O presidente Lula recebeu nesta quinta-feira o chanceler russo, Sergey Lavrov, e reiterou o apelo pelo fim do conflito
“Bolsonaro não está morto politicamente”, avalia especialista

“Bolsonaro não está morto politicamente”, avalia especialista

Para o professor de Ciência Política André Rosa ato político do domingo abrirá caminho para o herdeiro do capital político do ex-presidente
Publicidade
Publicidade
gaming headset Mapa do site